Möchten Sie zur deutschen Seite wechseln?JaNeina
Fechar
X
Compartilhar esta página
Press release
Retail|Technology|Automotive|Consumer Goods|Connected Consumer|Brazil|Portuguese (Brazil)

GfK divulga ranking dos países mais conectados do mundo

São Paulo, 10.05.2016

  • Chile é líder na América do Sul;
  • Brasil é o mais conectado entre os BRICs

São Paulo, 10 de maio de 2016 – A GfK acaba de divulgar os resultados da 5ª edição do estudo GfK Connected Consumer Index que classifica 78 países de oito regiões de acordo com os níveis de conectividade de suas populações, detalhando, inclusive, os dispositivos mais usados. O levantamento revela que o Brasil ocupa o 42º lugar no ranking mundial, liderado por Hong Kong, América do Norte e Emirados Árabes Unidos. O estudo tem por objetivo oferecer ao mercado um panorama global da conectividade nos últimos cinco anos, para que empresas dos mais variados setores possam tomar decisões estratégicas que envolvem desde oferta de dispositivos, conteúdos e tecnologias.

Dentre os países sul-americanos, o Chile obteve a melhor colocação, do ranking GfK Connected Consumer Index, saltando sete posições em relação ao ano passado, e ficando com a 20ª posição. Em seguida, vem o Brasil (42ª), Colômbia (53ª), Argentina (54ª) e Peru (60ª). “Apesar de economicamente menos representativo que o Brasil, o Chile tem legislação mais favorável a investimentos e uma penetração da banda larga mais alta que os demais países do Continente Sul Americano”, analisa o diretor geral do Grupo GfK no Brasil, Felipe Mendes.

Entre os chamados países BRIC, o Brasil é o mais bem colocado do ranking, seguido pela Rússia (43ª), China (47ª) e pela Índia, bem mais abaixo, na 72ª colocação.

Tecnologias para vestir, assistir e telefonar

O estudo GfK Connected Consumer Index também classifica os dispositivos de acesso mais utilizados no mundo, em cada país e região. De acordo com a tabela a seguir, no Brasil, os smartphones são o principal dispositivo de acesso à internet, mas o significativo avanço dos wearables e das TVs como instrumentos de conectividade vem chamando a atenção. “Em apenas um ano, os wearables cresceram 10% e as TVs, 11%. “São tecnologias novas que ganham força e tendem a se popularizar nos próximos anos”, assinala o executivo da GfK.

Os dispositivos mais usados no Brasil

2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
E-Reader                       1                           1                           2                           3                           3                           3                           2
Smart LCD/LED TV                       1                           3                           9                        16                        25                        34                        45
Set-Top Box TV                    20                        23                        26                        30                        33                        36                        39
Videogame Console                       4                           5                           6                           8                           9                        10                        11
Desk PC                    31                        37                        38                        35                        30                        23                        14
Mobile PC                    22                        29                        35                        39                        40                        35                        28
Media Tablet                     -                             1                           4                        12                        25                        32                        37
SmartPhone                    30                        38                        51                        79                      132                      175                      210
Wearables                     -                           -                           -                             2                           9                        24                        44
Carro Conectado                     -                           -                           -                           -                          13                        18                        24
Casa Inteligente                     -                           -                           -                           -                             3                           4                           6
Total                  109                      137                      171                      224                      322                      394                      460

Fonte: GfK Connected Consumer Index. Disponível em: http://connected-consumer.gfk.com/connected-consumer-index/

As dez populações mais "conectadas"

De acordo com a classificação do GfK Connected Consumer Index, nos últimos dois anos, Hong Kong e América do Norte (EUA, Canadá e México) permanecem firmes como tendo as duas populações mais conectadas do mundo.

2016 ranking Index score 2015 Index score 2016
1 Hong Kong             1.430              1.486
2 América do Norte                952              1.062
3 EAU                829                 995
4 Noruega                939                 988
5 Alemanha                873                 940
6 Arábia Saudita                 836                 935
7 Reino Unido                856                 916
8 Suíça                801                 914
9 Dinamarca                835                 906
10 Suécia                807                 875

Fonte: GfK Connected Consumer Index. Disponível em: http://connected-consumer.gfk.com/connected-consumer-index/

Felipe Mendes observa ainda que "estamos vendo uma tendência de forte aumento da conectividade em todos os países. Para mercados de alto crescimento, especialmente no Oriente Médio, África e na APAC emergente, a tendência dominante permanece sendo a adesão aos smartphones. Este é o principal dispositivo, e muitas vezes o primeiro dispositivo, que os consumidores usam para se conectar aos serviços de transmissão de dados. É provável que esta tendência continue a imperar nos próximos dois ou três anos, pois a redução dos preços significa que mais de um bilhão de consumidores poderão conectar-se usando um dispositivo pessoal pela primeira vez".

"Para os mercados desenvolvidos, principalmente na Europa Ocidental e na América do Norte, os fatores de crescimento já passaram para a próxima tendência em conectividade do consumidor. As tecnologias wearables estão liderando a moda, juntamente com carros conectados, e ambos estão oferecendo novos benefícios para o consumidor. A tecnologia da casa inteligente é uma oportunidade igualmente significativa, mas a sua adesão deverá ser mais lenta e mais estável em termos da curva de adoção do consumidor".

Para ver as classificações do GfK Connected Consumer Index e tendências dos últimos cinco anos de cada região e país, visite: http://connected-consumer.gfk.com/connected-consumer-index/

Sobre o estudo

O GfK Connected Consumer Index fornece uma medida única sobre o quanto os consumidores conectam-se digitalmente com outras pessoas e conteúdos digitais, e quais os dispositivos os consumidores utilizam. Ele permite uma comparação rápida do quão ‘conectados’ diferentes regiões e países são per capita, mostrando as tendências ao longo dos últimos cinco anos e uma previsão para o ano de 2016. O índice contempla a utilização de 11 tipos de dispositivo (smartphone, tablet, mobile PC, computador, wearable, SmartTV, set-top box de TV, console de videogame, e-reader, carro conectado, casa inteligente) com dados ponderados por uso. A base do índice começa em 100 pontos (a média global a partir do ano de 2010).

Mais informações para a imprensa:

Hilda Aquino
11 98444 6473
hilda.c.aquino@gmail.com

Download (PDF)

Sobre a GfK

A GfK é uma fonte confiável de informações relevantes sobre os mercados e consumidores, permitindo que seus clientes tomem decisões mais inteligentes. Mais de 13.000 especialistas em pesquisa de mercado combinam a paixão pelo que fazem com uma longa e vasta experiência em ciência de dados. Isso permite que a GfK forneça insights globais, combinados à inteligência de mercado local, em mais de 100 países. Através de tecnologias inovadoras e ciências de dados, a GfK transforma o big data em dados inteligentes, possibilitando que seus clientes alavanquem a sua vantagem competitiva e enriqueçam as experiências e escolhas dos consumidores.

Para mais informações, acesse www.GfK.com/br ou siga a GfK no Twitter: https://twitter.com/GfK

Download (PDF)

Fale conosco
General